Blog

5 coisas que você precisa saber sobre a bichectomia

5 coisas que você precisa saber sobre a bichectomia

Por: - Cirurgião Plástico - CRM/SC 8130 RQE 2674
Publicado em 09/09/2018


A bichectomia é um procedimento bastante eficaz para afinar o contorno do rosto que existe desde a década de 1980 e se consolidou no Brasil recentemente. A cirurgia visa retirar uma quantidade ideal de gordura das bochechas, chamada de Bola de Bichat, melhorando o aspecto harmonioso da face. Confira 5 fatos importantes  para quem pretende escolher esse procedimento.

5 perguntas fundamentais sobre bichectomia

É importante se atentar ao passar por um procedimento como a bichectomia. Algumas perguntas serão de imensa relevância:

Como é realizado o procedimento?

A gordura que será retirada se encontra em um plano profundo do rosto, localizado por baixo de estruturas nobres da região facial. Assim, o acesso será realizado por meio de uma pequena incisão na cavidade oral. Dessa forma, uma “bola de gordura” da região da bochecha, chamada de bola de Bichat, é retirada.

O procedimento dura em média 45 minutos e a recuperação é relativamente rápida. Os resultados promovem um contorno mais preciso do rosto e menos arredondado. Ainda é importante ressaltar que a Bichectomia não resulta em cicatrizes aparentes e poderá ser realizada apenas com anestesia local, com ou sem sedação, dependendo de cada caso.

O que é bola de Bichat?

Entre as variadas estruturas delicadas da face, existem diversos compartimentos de gordura, que atuam como proteção do rosto. Por isso, entre essas reservas, existe a bola de Bichat, um compartimento que se estende ao longo de toda a superfície lateral do rosto, desde a têmpora até à mandíbula. Assim, na região oca da cavidade oral (bochechas) apresenta uma espessura maior, podendo dar um aspecto mais arredondado ao rosto.

Para quem é indicado?

A bichectomia será indicada para homens e mulheres que queiram melhorar a aparência facial. No entanto, o procedimento é contraindicado para pacientes com idade inferior aos 18 anos ou fora do peso ideal.

Como posso confiar no cirurgião?

É muito importante que o paciente tenha uma conversa franca com o cirurgião. Da mesma forma, é fundamental desconfiar de preços surpreendentemente baixos, já que uma cirurgia bem realizada deverá ser feita graças à boa capacitação de profissionais e infra-estrutura adequada.

Quais são os riscos da bichectomia?

Assim como em qualquer procedimento cirúrgico, existem riscos mínimos relacionados às especificidades locais envolvidas. A região de acesso na cavidade oral está localizada próxima ao óstio do ducto parotídeo, por onde a saliva chega até a boca, e nos ramos bucais do nervo facial, responsáveis pela movimentação de parte da musculatura da boca.

 

Isso poderia acabar favorecendo lesões na região. Também é fundamental que os cuidados relativos à proteção da via aérea sejam direcionados aos líquidos ou fragmentos que possam se deslocar na boca.

 

Por isso, para evitar complicações e amenizar os riscos, é essencial que o procedimento seja realizado por profissionais capacitados, em um ambiente adequado e devidamente equipado.

Se a pessoa engordar, é possível que o rosto volte a ficar arredondado?

Caso haja um aumento da gordura corporal, é possível que o contorno facial se altere em outras regiões mais suscetíveis à alterações de volume. No entanto, a porção retirada da Bola de Bichat dificilmente será alterada novamente.

Gostou do artigo? Deixe seu comentário e preencha o formulário para tirar dúvidas, deixar um comentário ou agendar uma consulta na Clínica Parente.

 

Material escrito por:
Cirurgião Plástico - CRM/SC 8130 RQE 2674

Formado em medicina pela UFSC e mestre em Cirurgia Plástica pela USP, o Dr. Evandro Parente dedica sua carreira para aliar o relacionamento de confiança com seus pacientes e a qualidade nos resultados. É membro titular da Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica, da qual foi presidente na regional Santa Catarina.