Blog

Blefaroplastia: quais os benefícios da cirurgia nas pálpebras

Blefaroplastia: quais os benefícios da cirurgia nas pálpebras

Por: - Cirurgião Plástico - CRM/SC 8130 RQE 2674
Publicado em 23/06/2019 - Atualizado 08/07/2019


A blefaroplastia é uma das cirurgias plásticas mais procuradas pelos pacientes em processo de envelhecimento. Indicada para promover um maior rejuvenescimento da região do terço superior da face, a cirurgia de pálpebras é bastante eficaz para reverter o quadro daquela pele flácida que, com o decorrer da idade, naturalmente, tende a cair.

Além de promover uma aparência jovial, a cirurgia de pálpebras também favorece a visão, já que, com a retirada do excesso de pele da região das pálpebras, os cílios não ficam sobrecarregados e, consequentemente, não sobrecarregam o olhar.

Ouça este conteúdo: 

 

Leia o artigo para entender o que é preciso para realizar a blefaroplastia, assim como os cuidados pós-operatórios do procedimento para alcançar os melhores resultados de uma aparência mais jovem e saudável.

Cirurgia de pálpebras: conheça o procedimento

De forma geral, a blefaroplastia melhora o aspecto das pálpebras superiores, das pálpebras inferiores ou de ambas, quando for necessário. Assim, a cirurgia de pálpebras pode solucionar os seguintes problemas:

  • remover o excesso de depósito de gordura nas pálpebras superiores;
  • resolver o problema das bolsas sob os olhos;
  • retirar a pele flácida e frouxa que incomoda o contorno natural da pálpebra superior;
  • remover o excesso de pele e rugas finas na pálpebra inferior;
  • corrigir a queda das pálpebras inferiores.

Para realizar a cirurgia de pálpebras, é muito importante conversar com o seu cirurgião plástico e explicar suas expectativas a respeito do procedimento. Procure ter um diálogo sincero com o profissional e espere pela avaliação para realizar a cirurgia.

A blefaroplastia é indicada tanto para homens quanto para mulheres em idade avançada ou que tenham tido perda da qualidade do colágeno e da flacidez muscular. Pode ser realizada sem restrições, após a análise dos exames solicitados no pré-operatório e pela autorização de um oftalmologista.

Como é realizada a cirurgia de pálpebras?

Ainda em consultório, o cirurgião demarca a pele que será removida, pois, caso seja removida de maneira equivocada, é possível alterar a mobilidade dos olhos do paciente. Por isso, é fundamental que esse procedimento seja realizado por um profissional devidamente qualificado e autorizado pela Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica (SBCP).

Medicamentos serão administrados para o melhor conforto do paciente durante o procedimento, assim como a anestesia, que pode ser intravenosa ou geral. Depois disso, as incisões serão feitas para a retirada de excesso de pele e depois fechadas com adesivos de pele ou suturas.

Como é o pós-operatório?

Após o procedimento, é comum que a região operada fique arroxeada nas primeiras semanas, mas o tempo de permanência dos hematomas depende muito de cada paciente. Além disso, há bastante inchaço nos primeiros dias.

No entanto, compressas de água gelada ajudam muito no pós-operatório, junto com a indicação dos medicamentos orientados pelo cirurgião plástico. Assim sendo, os resultados do procedimento só podem ser notados após a diminuição desses aspectos pós-cirúrgicos.

Sobre o período de repouso, apenas uma semana de afastamento das atividades é o suficiente para otimizar os resultados do procedimento, embora as orientações possam variar para cada cirurgião.

Ainda tem dúvidas sobre a cirurgia de pálpebras? Envie suas dúvidas para o nosso WhatsApp, ficaremos felizes em ajudá-lo!

Material escrito por:
Cirurgião Plástico - CRM/SC 8130 RQE 2674

Formado em medicina pela UFSC e mestre em Cirurgia Plástica pela USP, o Dr. Evandro Parente dedica sua carreira para aliar o relacionamento de confiança com seus pacientes e a qualidade nos resultados. É membro titular da Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica, da qual foi presidente na regional Santa Catarina.