Blog

Como deve ser a preparação para uma cirurgia plástica

Como deve ser a preparação para uma cirurgia plástica

Por: - Cirurgião Plástico - CRM/SC 8130 RQE 2674
Publicado em 23/05/2017 - Atualizado 08/02/2019


A preparação para uma cirurgia plástica começa com a definição de qual parte do corpo se deseja mudar. Depois, é preciso informar-se ao máximo, para saber mais sobre o procedimento a ser realizado e estar bem psicologicamente para submeter-se a ele. Por isso, o pré-operatório é essencial. Até o dia da operação em si, há um longo caminho a ser percorrido. Dependendo do tipo de cirurgia, a preparação pode durar, até, alguns meses.

Há um bom motivo para tanta precaução: as recomendações pré-cirúrgicas servem para que os pacientes obtenham uma recuperação mais rápida e mais bem-sucedida. A boa saúde física e emocional são essenciais para conseguir os resultados esperados.

Cuidados durante a preparação para uma cirurgia plástica

Parte importante desse processo é a escolha de um cirurgião plástico especialista no procedimento que se deseja realizar (em mamoplastia, por exemplo). É necessário conversar bastante com ele para tirar todas as dúvidas e certificar-se de que isso é o que a paciente realmente quer. Ao decidir-se pela cirurgia, é preciso realizar diversos exames pré-operatórios: de sangue, de avaliação de risco cirúrgico, de capacitação física, vasculares, neurológicos e ultrassonografia (dependendo do procedimento).

Durante a preparação para uma cirurgia plástica, ser sincera no diálogo com o médico é crucial, assim como informar-se a respeito de tudo o que puder sobre o procedimento: tipo de anestesia a ser usada, tempo de cirurgia e necessidade de internação hospitalar, como será o pós-operatório e os cuidados necessários nesse período, quais são os riscos, como ficarão as cicatrizes, resultados passíveis de serem alcançados, entre outras informações que a paciente julgar relevante. Deve-se prestar atenção às orientações e segui-las corretamente.

De forma geral, as principais recomendações durante a preparação para uma cirurgia plástica são manter uma alimentação equilibrada, evitar a exposição ao sol e não se automedicar. O cirurgião deve ser informado sobre todo e qualquer medicamento em uso, inclusive os contínuos e homeopáticos ou naturais.

Omitir essas informações pode ser muito prejudicial. Remédios para emagrecer (inclusive diuréticos), anti-inflamatórios e aqueles à base de ácido acetilsalicílico ou ervas, com efeito anticoagulante, devem ser suspensos entre 15 e 20 dias antes da cirurgia. O uso de anticoncepcional, oral ou injetável, deve ser interrompido 30 dias antes do procedimento.

Pacientes hipertensos que utilizem algum medicamento diariamente devem procurar o cirurgião com, pelo menos, 20 dias de antecedência para ajustar a dosagem do remédio. Isso porque a ansiedade no período pré-operatório tende a causar alterações na pressão arterial.

Quem fuma deve abandonar esse hábito entre 15 e 30 dias antes da cirurgia. As substâncias contidas no cigarro podem prejudicar a cicatrização e ocasionar efeitos colaterais graves, como necrose na pele e embolia pulmonar.

Em caso de gripe ou infecção, o cirurgião deve ser avisado até dois dias antes e o procedimento deve ser remarcado. Na véspera da cirurgia, bebidas alcoólicas e comidas pesadas devem ser evitadas, para que não haja mal-estar e enjoo depois do procedimento. Além disso, o uso de hidratantes, óleos corporais, maquiagem e esmalte nas unhas não é recomendado nas 24 horas anteriores. No dia da cirurgia, joias ou bijuterias devem ser retiradas e é necessário fazer jejum pelo período determinado.

Cuidados pré-operatórios em cirurgias específicas

Cirurgia plástica pós-bariátrica

Em alguns casos, pode ser preciso ingerir vitaminas, proteínas e outros suplementos e substâncias cuja absorção tenha sido prejudicada pela cirurgia de redução de estômago.

Mamoplastia de aumento

O médico deve realizar uma avaliação do histórico familiar com relação a casos de câncer de mama, com ultrassom ou mamografia para verificar a presença de nódulos. Nos dias que antecederem a cirurgia, o cuidado com a alimentação deve ser redobrado e é aconselhável ingerir uma alta quantidade de fibras. A partir da véspera, recomenda-se não aplicar cremes corporais.

Material escrito por:
Cirurgião Plástico - CRM/SC 8130 RQE 2674

Formado em medicina pela UFSC e mestre em Cirurgia Plástica pela USP, o Dr. Evandro Parente dedica sua carreira para aliar o relacionamento de confiança com seus pacientes e a qualidade nos resultados. É membro titular da Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica, da qual foi presidente na regional Santa Catarina.