Blog

O que fazer na preparação para a mamoplastia de aumento

O que fazer na preparação para a mamoplastia de aumento

Por: - Cirurgião Plástico - CRM/SC 8130 RQE 2674
Publicado em 16/03/2017 - Atualizado 08/02/2019


Mulheres insatisfeitas com o tamanho e a projeção das próprias mamas têm como opção realizar uma mamoplastia de aumento. Utilizando implantes para dar ou restaurar o volume mamário após perda de peso ou gravidez, a cirurgia melhora o equilíbrio corporal e aumenta a autoestima da paciente.

A preparação para a mamoplastia de aumento exige muita atenção e comprometimento. O cirurgião pedirá a você que realize alguns exames laboratoriais e de imagem (incluindo uma mamoplastia antes e outra depois da cirurgia, para ajudar a detectar possíveis mudanças futuras no tecido mamário). Além disso, seu estado geral de saúde também será avaliado, para identificar possíveis fatores de risco. As mamas serão examinadas e, a partir daí, você e o médico poderão discutir sobre qual é a abordagem e o tipo de implante mais adequados, e qual o tipo de anestesia a ser utilizada durante o procedimento.

O cirurgião perguntará, entre outras coisas, se você usa algum tipo de medicamento, se você fuma, se ingere bebidas alcoólicas regularmente, se usa drogas, se possui alergia a algum medicamento, se faz algum tratamento médico ou passou por alguma cirurgia recentemente e se tem histórico de câncer de mama na família.

Na preparação para a mamoplastia de aumento, seja sincera

Essa conversa deve ser honesta. Há uma série de informações das quais o médico depende para que a cirurgia e a recuperação sejam conduzidas com segurança e o mínimo de riscos possível. Transmitir essas informações de forma clara e completa faz parte da sua responsabilidade de garantir que a cirurgia seja bem-sucedida. Seja participativa, tire todas as dúvidas e responda sinceramente o que o médico perguntar sobre sua saúde, estilo de vida e desejos.

Da mesma forma, é necessário abordarmos o aspecto psicológico durante a preparação para a mamoplastia de aumento. O cirurgião precisa entender qual é a razão pela qual você deseja realizar a cirurgia, o que te incomoda, quais são suas expectativas para o resultado final. Este procedimento deve ser feito para satisfazer a si mesma, e o médico precisa ter certeza de que essa é a sua motivação real.

Falando em expectativas, lembre-se: a mamoplastia de aumento não corrige mamas caídas e flacidez. A cirurgia para isso é a mastopexia (que pode ser realizada em conjunto com a mamoplastia de aumento ou em outro momento).

O que os cirurgiões recomendam às mulheres durante a preparação para a mamoplastia de aumento é que parem de fumar, quando for o caso, 30 dias antes da cirurgia, pelo menos. O cigarro possui substâncias que comprometem a cicatrização e aumentam os riscos de sangramento e outras complicações. Anti-inflamatórios, vitaminas e medicamentos naturais também devem ser evitados, pois podem aumentar o sangramento.

É responsabilidade do cirurgião plástico transmitir à paciente todas as instruções relacionadas ao dia da cirurgia (tempo de jejum, medicamentos, banho), aos cuidados pós-operatórios e aos documentos de registro do implante mamário, quando necessário. Além disso, certifique-se de que o local onde o procedimento será realizado é bem equipado e segue as normas da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), para sua segurança.

Abraços,

Dr. Evandro Parente

Cirurgião Plástico

CRM/SC 8130 | RQE 2674

Material escrito por:
Cirurgião Plástico - CRM/SC 8130 RQE 2674

Formado em medicina pela UFSC e mestre em Cirurgia Plástica pela USP, o Dr. Evandro Parente dedica sua carreira para aliar o relacionamento de confiança com seus pacientes e a qualidade nos resultados. É membro titular da Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica, da qual foi presidente na regional Santa Catarina.