Blog

Cirurgias plásticas nos homens: quais são as mais realizadas?

Cirurgias plásticas nos homens: quais são as mais realizadas?

Por: - Cirurgião Plástico - CRM/SC 8130 RQE 2674
Publicado em 07/02/2019


A procura por cirurgias plásticas nos homens vem aumentando, consideravelmente, nas últimas décadas. De acordo com a Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica (SBCP), a cada hora no Brasil, são realizados mais de 30 procedimentos estéticos para o sexo masculino.

Ouça este conteúdo:

Percebe-se, então, que a preocupação com a autoestima e bem-estar não é mais algo destinado apenas ao público feminino, não é mesmo?

Essa procura do público masculino tem um aspecto interessante. Um levantamento da SBCP destacou que a preferência masculina pelos tipos de cirurgia plástica tendem a variar em relação à faixa etária.

O ranking das cirurgias plásticas mais realizadas nos homens é organizado em períodos de 10 anos: entre os 20 e 30 anos; 30 a 40 anos; 40 a 50 anos e de 50 a 60 anos.

Leia o artigo e compreenda um pouco mais sobre as cirurgias plásticas mais realizadas nos homens e de que maneira esses procedimentos contribuem com o bem-estar de homens das mais diversas idades.

Cirurgias plásticas nos homens: qual é a preferência do sexo masculino?

Curiosamente, ao escolher pela cirurgia plástica ideal, o público masculino tende a demonstrar determinadas preferências, que se relacionam de acordo com diferentes as fases da vida.

A seguir, veja quais são os procedimentos mais procurados, de acordo com cada década da vida do homem, segundo a SBCP.

Até os 20 anos

É bastante comum que alguns incômodos ainda na adolescência e no início da idade adulta leve o homem jovem a procurar por procedimentos reparadores. Dentre eles, podemos citar:

Otoplastia

Um dos procedimentos mais comuns dessa faixa etária é a cirurgia para a correção de orelhas de abano, também chamada de otoplastia. Essa técnica é capaz de alterar na melhoria da forma, posição e proporção das orelhas para o aspecto desejado.

A otoplastia é um procedimento que pode ser realizado até mesmo na infância ou adolescência, já que a orelha de abano é uma condição que não apresenta melhora ou piora com o tempo. Por isso, os homens que apresentam insatisfação com as orelhas e desejam reparar o problema, costumam realizar a operação até o início da idade adulta.

Cirurgia de ginecomastia

A cirurgia de ginecomastia é indicada para casos em que o homem apresenta a proliferação benigna da glândula mamária há mais de um ano, sem que o uso de medicamento resolva o problema.

Geralmente, esse procedimento é procurado dos 20 aos 30 anos, já que durante a adolescência, a ginecomastia pode ser revertida naturalmente. No entanto, se após esse período e o problema ainda persistir, somente a correção cirúrgica poderá diminuir o aumento das mamas nos homens.

Na maioria das vezes, a cirurgia de ginecomastia é feita por uma incisão em forma de U, realizada na borda inferior da aréola, o que permite uma cicatriz discreta. Nos casos em que a pele apresenta maior rigidez, a técnica da âncora pode ser mais indicada para resolver o problema.

Rinoplastia                      

A rinoplastia é uma cirurgia plástica destinada a corrigir a aparência do nariz, quando há insatisfação em relação à forma, tamanho ou proporção. Além disso, o procedimento é indicado para atuar na melhoria da respiração do paciente, em casos em que a estrutura nasal apresenta alguma deformação.

As deformidades no nariz podem ser incômodas e é muito comum que esse tipo de procedimento seja realizado até os 30 anos, embora não haja um período definido para realizá-lo.

Após os 30 anos

A partir dos 30 anos, o homem costuma buscar por outros tipos de procedimentos minimamente invasivos. Essas técnicas são realizadas para corrigir a insatisfação com a aparência física, que começa a aparecer nessa época da vida, que marca o início do envelhecimento.  

Tratamentos a laser, toxina botulínica e preenchimentos faciais estão entre as técnicas mais procuradas. Além disso, problemas de peso e a grande concentração de gordura que tende a surgir na região abdominal aumentam a procura do homem pela lipoaspiração.

Quando o paciente apresenta excedente acúmulo de flacidez, é possível que o procedimento seja combinado com a cirurgia de remoção do excesso de pele e outras técnicas orientadas pelo cirurgião plástico.

Acima dos 40 anos

Após os 40 anos, é muito comum que os homens procurem pelo implante capilar, para corrigir a queda dos fios, que ocorre naturalmente.

Entretanto, para casos de calvície antes dos 40 anos, o procedimento pode resolver o problema antecipadamente. Vejamos como funciona:

As técnicas para o implante capilar

O implante capilar pode ser feito de duas formas: Transplante de Unidade Folicular e Extração das Unidades Foliculares.

A maneira mais rápida de corrigir o problema é pelo Transplante de Unidade Folicular, sendo feito por meio da retirada de uma faixa do couro cabeludo da nuca ou de outra região lateral da cabeça. Os fios são separados e transplantados para a localização calva, resultando em uma cicatriz linear.

Outra maneira mais demorada, que pode levar até dois anos para que o paciente experimente os resultados completos da técnica é pela Extração das Unidades Foliculares. Esse procedimento é realizado por meio da extração e transplante de unidades capilares, fio a fio. Nesse caso, o processo é mais lento, mas não deixa nenhuma cicatriz.

Dos 50 aos 60 anos

Passado dos 50 anos, a pele tende a deixar marcas mais precisas em decorrência do envelhecimento, o que leva ao surgimento de flacidez, rugas e sulcos na região da face, principalmente.

Assim sendo, a partir dos 50 anos, dentre as cirurgias mais procuradas pelo público masculino estão os procedimentos para melhorar o aspecto da face, como por exemplo:

Blefaroplastia

A blefaroplastia é indicada para suavizar a expressão do rosto na região das pálpebras e até mesmo melhorar o campo da visão. Ou seja, é uma técnica indicada para reduzir a queda e flacidez da pele nas pálpebras, além de proporcionar um melhor aspecto das bolsas de gorduras localizadas da pálpebra inferior.

À medida que envelhecemos, o excesso de pele costuma atrapalhar a visão, além de trazer um aspecto pesado para o rosto. Por isso, esse é um procedimento que rejuvenesce a pele do rosto, disfarçando as marcas do tempo.

Ritidoplastia ou lifting facial

Outro procedimento bastante procurado pelos homens após os 50 anos é a ritidoplastia, também chamada de lifting facial.

A ritidoplastia ameniza os sinais de envelhecimento da pele após os 50 anos, como: flacidez da face; rugas profundas nas pálpebras ou ao longo do nariz até o canto da boca; excesso de gordura sob o queixo e a mandíbula, além da perda de tônus muscular da face interior, a famosa “papada”.

Após as incisões cirúrgicas serem fechadas, as cicatrizes resultam em um aspecto bastante natural, já que ficam escondidas nos contornos do rosto e ouvido. Os resultados se mostram após alguns meses, quando as linhas de expressão trazem um caráter natural ao rosto.

Dependendo do caso, o lifting facial também pode ser combinado com outros procedimentos, para obtenção dos melhores resultados. Converse com o seu cirurgião para saber a melhor indicação para o seu caso.

Saiba escolher o cirurgião plástico

Como vimos, são muitos os procedimentos escolhidos pelos homens para a melhoria de sua aparência. Entretanto, no momento de escolher o cirurgião plástico, tenha certeza de tomar a decisão certa. Pesquise sobre o profissional e veja se ele é certificado pela Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica (SBCP).

Gostou do artigo? Entre em contato com a nossa equipe para marcar a sua consulta ou mesmo para tirar suas dúvidas sobre o tema.

Material escrito por:
Cirurgião Plástico - CRM/SC 8130 RQE 2674

Formado em medicina pela UFSC e mestre em Cirurgia Plástica pela USP, o Dr. Evandro Parente dedica sua carreira para aliar o relacionamento de confiança com seus pacientes e a qualidade nos resultados. É membro titular da Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica, da qual foi presidente na regional Santa Catarina.