Blog

Quais são os profissionais envolvidos na cirurgia plástica

Quais são os profissionais envolvidos na cirurgia plástica


Publicado em 15/02/2019 - Atualizado 07/03/2019


Os profissionais envolvidos na cirurgia plástica consistem em uma equipe previamente formada para a segurança do paciente antes, durante e após o procedimento.

Além do cirurgião plástico, que realiza o procedimento em si, é importante contar com o profissionalismo e a confiança de outros profissionais, fundamentais para o sucesso de uma cirurgia plástica.

Mas quem são eles? Acompanhe nesse artigo tudo o que você precisa saber para realizar uma cirurgia com segurança e com todas as necessidades atendidas por especialistas indispensáveis nesse momento tão importante.

Os profissionais envolvidos na cirurgia plástica: quem são?

Os profissionais envolvidos no processo de cirurgia plástica são indispensáveis para o sucesso do procedimento, já que um bom trabalho exercido pela equipe ameniza as possíveis chances de complicações.

Cirurgião plástico

Obviamente, o cirurgião plástico é o primeiro profissional requerido para a realização de uma cirurgia plástica. É pelo cirurgião plástico que o paciente recorre, realizando a primeira consulta e estabelecendo a confiança necessária com o especialista.

Dessa forma, o paciente irá relatar todo o seu histórico de saúde e expectativas enquanto à cirurgia a ser realizada. Por isso, é função do cirurgião plástico orientar o melhor procedimento a ser feito para cada situação específica.

Após a consulta e estabelecidos todos os pré-requisitos para a realização do procedimento, o cirurgião plástico poderá marcar o dia da cirurgia.                                   

No momento da operação, junto ao cirurgião plástico, estará o instrumentador cirúrgico, que será responsável por auxiliar o profissional a desenvolver todo o procedimento, fazendo a inspeção dos instrumentos e aparatos cirúrgicos que serão utilizados.

Dependendo da situação, o cirurgião plástico também poderá contar com a ajuda de um cirurgião assistente, que prestará auxílio mediante orientação.

Anestesista

Cada tipo de cirurgia plástica exige um tipo de anestesia. Essa pode ser localizada na região a que será submetida o procedimento ou ainda pode ser necessário que haja uma sedação geral do paciente durante a operação.

Assim sendo, cabe ao anestesista definir previamente qual o tipo de anestesia que será utilizada no procedimento, assim como verificar se o paciente está apto a passar pelos requisitos propostos.

Isso significa que o anestesista atua muito antes do procedimento, autorizando as condições para o paciente ser operado. Por isso, é muito importante que o paciente exija, pelo menos, uma consulta com um anestesista antes da cirurgia.

Feito isso, o profissional será responsável pela administração e controle dos medicamentos anestésicos durante a operação, além de monitorar a frequência, ritmo cardíaco e a pressão arterial do paciente.

Também é obrigação do profissional ir até o quarto do paciente antes do procedimento ser realizado.

Equipe de enfermagem                 

equipe de enfermagem é fundamental para garantir a segurança do paciente e deve ser composta por enfermeiros, auxiliar e técnico de enfermagem.

Esses profissionais são responsáveis pelo monitoramento das condições vitais do paciente, prestando auxílio à equipe cirúrgica e também ao anestesista, no momento da indução da anestesia.

Além disso, é função da equipe de enfermagem auxiliar no conforto do paciente e nas funções básicas para o seu bem estar, como alimentação, descanso, banho e medição das condições vitais durante o pós-operatório.

Garanta uma equipe confiável

Sem dúvidas, um cirurgião plástico de confiança também terá uma equipe responsável pela segurança do paciente. Por isso, é fundamental que a escolha pelo profissional seja assegurada pela Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica (SBCP).

No momento de decidir passar por uma cirurgia plástica, seja extremamente criterioso e questione o especialista sobre seu histórico, especialização e a equipe que irá guiar o procedimento.

Os médicos que exercem essa especialidade devem ser rigorosamente qualificados e possuir seriedade máxima com o procedimento. Você sabe como escolher o um profissional qualificado?