Blog

Quanto custa colocar silicone?

Quanto custa colocar silicone?

Por: - Cirurgião Plástico - CRM/SC 8130 RQE 2674
Publicado em 15/08/2018 - Atualizado 08/02/2019


Ao buscar melhorias da aparência dos seios, questiona-se quanto custa colocar silicone. O preço de uma cirurgia plástica pode variar muito em relação a cada caso, além de ser específico para cada cirurgião. Assim, é fundamental estar atento no momento de escolher o profissional adequado.

Você sabe quanto custa colocar silicone?

Primeiramente, é muito importante escolher o cirurgião plástico que irá reparar adequadamente a insatisfação do paciente. Dessa forma, optar erroneamente pelo profissional pode levar à resultados desastrosos.

 

Além da baixa qualificação de certos médicos, os erros e complicações tendem a aumentar quando há despreparo e economia no momento de realizar um procedimento cirúrgico tão importante e decisivo.

 

Assim, a escolha do profissional deve estar alinhada à algumas considerações:

 

  • Caso o preço ofertado seja demasiadamente baixo, desconfie e questione o profissional. Economizar no momento de recorrer a um procedimento de cirurgia plástica pode acabar saindo muito mais caro futuramente;
  • O profissional deve ser especializado na área recorrida ao procedimento, que equivale a uma formação após a faculdade de medicina;
  • Após a formação em medicina, é necessário realizar dois anos de residência médica em cirurgia geral. Depois disso, deve-se concluir a residência médica em cirurgia plástica, que diz respeito a mais três anos;
  • Para ser considerado um verdadeiro especialista, é necessário conquistar a aprovação da prova escrita e oral aplicada pela Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica (SBCP) e Associação Médica Brasileira;
  • A certificação do profissional pela SBCP torna o médico assegurado por uma formação certificada e rigorosa, estando habilitado a realizar todo o tipo de cirurgia plástica. Além disso, os procedimentos serão realizados somente em instalações médicas credenciadas, assim como em centros cirúrgicos autorizados pela Vigilância Sanitária, com equipamentos e equipes treinados para alguma intercorrência;
  • Para verificar um cirurgião membro da SBCP, faça uma consulta na internet para tirar dúvidas;

 

Seguindo essas orientações evita-se a escolha errada do cirurgião. Assim, é possível prevenir as complicações pós-cirúrgicas e consequências, muitas vezes, irreversíveis. O preço de uma cirurgia plástica diz respeito ao investimento no próprio bem estar, por isso, é tão fundamental cuidar de si mesmo.

 

Assim, ao decidir por um procedimento cirúrgico, não hesite em questionar o cirurgião na primeira consulta. Tire todas as sua dúvidas e responda os questionamentos com total sinceridade.

Tipos de plástica de silicone

Existem alguns tipos de procedimentos que incluem a colocação da prótese de silicone. São eles:

Mamoplastia de aumento

Geralmente em decorrência de mamas pequenas ou diminuição e flacidez devido à gravidez, aleitamento materno, envelhecimento, ressecções de tumores, perda de peso ou retirada da mama, torna-se recorrente a mamoplastia de aumento. Assim, essa técnica consiste no implante da prótese de silicone para dar volume e garantir maior firmeza aos seios.

 

A técnica da mamoplastia de aumento não resolve o problema das mamas caídas. Neste caso, é preciso realizar um reposicionamento, feito com o lifting de mama. Dessa forma, os resultados são imediatamente visíveis, mas não há garantia de que os implantes vão durar por toda a vida, e a substituição de um ou ambos pode ser necessária.

Mamoplastia redutora

Essa técnica remove o excesso de gordura, tecido glandular e de pele. Assim, a mama é capaz de atingir um tamanho proporcional ao corpo. Em alguns casos, o cirurgião irá aconselhar o implante da prótese de silicone, para melhores resultados.

Reconstrução mamária

Realizada após uma mastectomia, as mamas são reconstruídas em busca de simetria entre os dois seios. Da mesma maneira, também pode ser realizada em casos de mamas naturalmente desproporcionais. Pode vir acompanhada de outras cirurgias plásticas nas mamas, como redução, mastopexia ou aumento. Assim, ao usar o implante de silicone, outras técnicas poderão virão sugeridas pelo especialista.

Lembre-se que, tratando da sua saúde e bem estar, o importante é o profissionalismo e confiança que o médico te proporcionará.

Material escrito por:
Cirurgião Plástico - CRM/SC 8130 RQE 2674

Formado em medicina pela UFSC e mestre em Cirurgia Plástica pela USP, o Dr. Evandro Parente dedica sua carreira para aliar o relacionamento de confiança com seus pacientes e a qualidade nos resultados. É membro titular da Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica, da qual foi presidente na regional Santa Catarina.

Falar pelo WhatsApp