Lifting de coxa

Lifting de coxa

O lifting de coxa, também chamado de lifting crural, é uma cirurgia plástica realizada para remodelar as coxas, reduzindo o excesso de pele e, em alguns casos, removendo a gordura excedente. O procedimento possibilita aquela bela cruzada de pernas, resultando em uma pele mais lisa e contornos mais proporcionais dos membros inferiores.

No entanto, para alcançar os melhores resultados, é importante conhecer o passo a passo desse procedimento, além de seguir as orientações corretas, indicadas pelo cirurgião plástico.

Acompanhe este artigo descubra os itens indispensáveis para realizar o lifting de coxas e conquistar as tão sonhadas coxas modeladas.

Ouça este conteúdo:

Lifting de coxas: quando é indicado?

O lifting de coxas é indicado para os pacientes que não conseguem tornear essa área do corpo com perda de peso e a prática regular de exercícios físicos, ou mesmo para quem emagreceu bastante e ficou com um aspecto flácido nos membros inferiores.

Por isso, esse é um procedimento indicado para pessoas de peso estável, mas ainda com flacidez. Ou seja, caso o paciente esteja muito acima do peso ou seja vítima do efeito sanfona, o ideal é passar pelo processo de emagrecimento antes de realizar o lifting de coxas.

Além disso, também está indicado para os pacientes que sentem-se incomodados com gorduras localizadas na região interna ou medial da coxa, ou na parte exterior da coxa.

Pacientes que perderam a elasticidade natural da pele em decorrência do envelhecimento ou aqueles que buscam um contorno mais proporcional dos membros inferiores, também podem optar pelo lifting de coxas.

Lifting de coxa + lipoaspiração

O lifting de coxa também pode ser combinado com a lipoaspiração das coxas. Isso acontece quando há muito excesso de gordura, que necessita ser removido, a fim de garantir a elasticidade da pele e promover um aspecto mais natural.

Como é realizado o procedimento?

Os padrões da incisão variam para cada caso. Isso significa que a atuação do lifting de coxas será definida de acordo com as áreas a serem tratadas pelo paciente, assim como o grau de correção e a avaliação do cirurgião plástico sobre o quadro.

Uma das técnicas é realizada por uma incisão que parte da virilha estende-se para baixo, em torno da parte posterior da coxa. Entretanto, quando o desejo da paciente for melhorar os contornos da parte externa da coxa, a incisão parte da virilha e se estende em torno do quadril. Além disso, é possível que a incisão ainda seja feita em outros locais, mediante a orientação médica, e onde a cicatriz possa ser mais facilmente escondida.

Após a incisão, a matriz do tecido conjuntivo subjacente será esticada e remodelada, acomodando a pele de maneira a resultar em uma proporção ideal para o corpo. Depois disso, suturas fecham as incisões e curativos ou bandagens são aplicados sobre o local.

No pós operatório, pode ser recomendado o uso de bandagem elástica ou compressão, a fim de minimizar o inchaço e sustentar os novos contornos durante o período de cicatrização. Um dreno também pode ser temporariamente colocado sob a pele, no intuito de absorver excessos de sangue e de fluido que possam se acumular.

Quando é possível ver os resultados do lifting de coxa?

Levam alguns meses para que os resultados finais do procedimento apareçam completamente. As cicatrizes permanecem, mas o novo aspecto das coxas são duradouros. No entanto, como o corpo envelhece, é natural que haja a perda de certa firmeza com o passar do tempo.

Por isso, vale ressaltar que, após o procedimento, é fundamental continuar com uma rotina de exercícios físicos e a manutenção de uma alimentação e estilo de vida saudável, para garantir a continuidade dos resultados.

De qualquer forma, o lifting de coxa melhora significativamente o quadro de flacidez, sendo necessário apenas a sua manutenção cotidiana. Entretanto, a conquista dos melhores resultados está diretamente relacionada a escolha de um cirurgião plástico e uma equipe de confiança.

Busque um cirurgião plástico de confiança

Antes de realizar qualquer procedimento de cirurgia plástica, certifique-se que o especialista é credenciado pela Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica (SBCP). Caso não seja registrado, o método torna-se completamente inviável e cheio de riscos para a saúde da paciente.

Além disso, é fundamental que a paciente esteja preparada para discutir com o profissional todos os seus desejos e expectativas sobre a cirurgia. Tudo deve ser devidamente bem explicado e orientado pelo cirurgião, que também deverá ser sincero ao autorizar o procedimento e orientar sobre os possíveis resultados.

Ou seja, o cirurgião será responsável por avaliar o estado geral de saúde da paciente, verificando se ela está apta quanto o processo de cicatrização e outras questões de saúde. Também é importante orientar sobre os possíveis riscos de qualquer cirurgia plástica.

Por isso, desconfie de um profissional que não lhe questione ou não esclareça todas as suas dúvidas no momento da consulta. Confie a sua saúde em um cirurgião plástico qualificado e preocupado com o seu bem-estar.

Entre em contato com a nossa equipe, em caso de dúvidas!

Contato

Preencha o formulário abaixo para tirar dúvidas ou agendar uma consulta na Clínica Parente.