Lifting de mama

Lifting de mama

Também chamado mastopexia, o lifting de mama reposiciona a aréola e o tecido mamário, removendo o excesso de pele e comprimindo o tecido para compor o novo contorno da mama.

Às vezes, a aréola torna-se alargada ao longo do tempo, e a mastopexia poderá reduzi-la. O procedimento pode ter um caráter rejuvenescedor, já que o perfil conseguido no pós-operatório é o de uma mama jovem e firme.

A cirurgia não altera significativamente o tamanho das mamas ou preenche a parte de cima delas. No entanto, o procedimento pode acompanhar cirurgias como as mamoplastias de aumento e redutora.

A mastopexia pode ser realizada através de uma variedade de técnicas de incisão. A técnica adequada é determinada com base no tamanho e forma da mama, tamanho e posição das aréolas, grau de flacidez da mama, qualidade e elasticidade da pele e quantidade de excesso de pele.

Após as incisões, o tecido mamário subjacente é levantado e remodelado para melhorar a firmeza e o contorno da mama. O mamilo e a aréola são reposicionados. Se necessário, as aréolas são reduzidas através da excisão de pele ao redor. A pele em excesso é removida para compensar a perda de elasticidade.

As cicatrizes são permanentes, mas na maioria das vezes melhoram significativamente ao longo do tempo. Os resultados da cirurgia são imediatamente visíveis. Manter o peso estável e o estilo de vida saudável é essencial para prolongar os resultados.

Mulheres que planejam ter filhos devem saber que a pele da mama pode estirar e ocasionar a perda dos resultados da mastopexia, e que existe a possibilidade de haver dificuldade de amamentar após a cirurgia.

Fonte: Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica

Contato

Preencha o formulário abaixo para tirar dúvidas ou agendar uma consulta na Clínica Parente.

Falar pelo WhatsApp