Mamoplastia de aumento

Mamoplastia de aumento

A mamoplastia de aumento, ou cirurgia de aumento de mama, utiliza implantes para promover ou restaurar o tamanho mamário. É indicada em casos de mamas naturalmente pequenas, que possuem diferença de formato e volume entre si ou que tiveram seu volume reduzido após a gestação e aleitamento materno, perda de peso, envelhecimento, ressecções de tumores ou mastectomia (retirada da mama). O procedimento contribui para a melhoria das proporções corporais e para a autoestima da paciente.

A mamoplastia de aumento, isoladamente, não corrige o excesso de flacidez da pele das mamas.

Como é feita a mamoplastia de aumento

A escolha dos implantes acontece no período de preparação para a cirurgia. Eles são determinados não apenas pelo desejo da paciente, mas, principalmente, pelas características de cada mama, forma, simetria, elasticidade da pele e dimensões do tórax.

As próteses mamárias mais usadas no Brasil são as que contêm silicone e são feitas de gel coesivo. Isso significa que, caso ocorra alguma ruptura, não existe o risco de o conteúdo vazar. A textura é bastante parecida com a do tecido natural da mama. A principal diferença entre os implantes, portanto, está no formato das próteses, em seu revestimento e no tamanho.

A anestesia, associada à sedação intravenosa, pode ser local, geral ou peridural (a decisão sobre qual será utilizada compete ao cirurgião plástico e à  paciente). As incisões são efetuadas em áreas pouco expostas para evitar cicatrizes muito visíveis. Geralmente, são realizadas no sulco inframamário, ao redor da aréola ou na região transaxilar. É o cirurgião plástico que avalia o local pelo qual a prótese será inserida. Para fechar os cortes, são utilizadas suturas por camadas no tecido da mama e no fechamento da pele.

Os resultados são imediatamente visíveis, ainda que, em algumas situações, pode ser necessário realizar mais de um procedimento cirúrgico. Respeitar as recomendações do pós-operatório, como a troca periódica de curativos, o uso de sutiã especial e a atenção às restrições de movimento dos braços, é fundamental para a boa recuperação.

Não há garantia de que os implantes vão durar por toda a vida e a substituição de um ou ambos pode ser necessária. Além disso, gravidez, oscilações de peso, envelhecimento, a ação da gravidade e a menopausa podem influenciar na aparência das mamas que receberam próteses de silicone.

Atenção aos riscos da mamoplastia de aumento

Cicatrizes desfavoráveis, sangramento, infecção, hematomas, formação de tecido cicatricial rígido em torno do implante, ruptura da prótese e dor crônica são alguns dos riscos da mamoplastia de aumento.

Contato

Preencha o formulário abaixo para tirar dúvidas ou agendar uma consulta na Clínica Parente.

Falar pelo WhatsApp